Páginas

terça-feira, março 07, 2006

MARCHA INTERROMPIDA

Lançamento em 17 de abril de 2006.


Atravessando longa faixa de floresta, um dirigente do movimento camponês se dirige a uma reunião na Colônia Vida, um povoado de posseiros que há dois anos ocupam parte das terras da Fazenda São José.
No caminho, ouve a conversa de dois pistoleiros, que acabaram de assassinar um colono. Um mês depois, a polícia, cumprindo ordem de reintegração de posse, despeja da fazenda as famílias de lavradores. Enquanto isso, ruralistas e autoridades locais se reúnem para traçarem planos de combate à crescente ocupação de terras. A imprensa nacional noticia a tática que será empregada em defesa dos latifúndios.
Depois do violento despejo, os sem-terras montam acampamentos provisórios e decidem iniciar uma grande marcha. Pretendem chegar à capital do estado e se reunir com o governador, para reivindicarem a desapropriação das terras de onde foram expulsos injustamente. Com uma semana de caminhada, e sentindo sinais de esgotamento, resolvem bloquear a PA150, principal rodovia do município. A polícia militar é enviada para desobstruir a área.
O que se segue daí são cenas de genocídio, de uma barbaridade premeditada, onde vários manifestantes caem assassinados.
Baseada na luta dos trabalhadores rurais sem terra, Marcha Interrompida é uma obra ficcional sobre o massacre de camponeses, ocorrido em Eldorado dos Carajás, no sul do Pará, em 1996.



5 comentários:

maria ilce disse...

Olá,Pedro Cesar,como está?Espero que a viagem tenha sido um sucesso,assim como foi o congresso!Que o aprendizado deste final de semana tenha fortalecido seus ideais políticos...e sociais...Acabo de ler a resenha de seu livro e adorei!Gostaria de ler todo o conteúdo!Não me esqueci do combinado.Vou entrar em contato com pessoas mais ligadas ao tema,com gente que pode nos ajudar a preparar o lançamento desta grande obra!Lí também suas poesias...e percebí que nada neste mundo acontece em vão...Nem é preciso dizer o quanto me identifiquei com sua criação!Vamos preparar também o lançamento de um livro de poemas!Farei o que for possível!Bom,aguardo sua contestação.Um grande abraço bem montanhoso...Ilce

Pedro César disse...

Olá Ilce, tudo bem?
Como posso falar com você? Não tenho teu telefone ou e-mail. Aguardo noticias. Carinhosamente. Pedro

Eloisa Elena L. de Abreu disse...

Para o escritor Pedro Cesar Batista.
Acabo de assistir a sua entrevista no canal 2 - TV E do Rio de Janeiro e fiquei muito interessada em conhecer a história de Eldorado dos Carajás através o seu livro Marcha Interrompida. Posso adquiri-lo pela Internet ou só nas livrarias? Qual é a editora e quanto custa o livro?
Parabéns, antecipados, pela sua obra e pelo seu interesse junto aos trabalhadores rurais sem terra brasileiros.
Abraços e sucesso,
Eloisa Elena.
eloisa.elena@ig.com.br

Pedro César disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Pedro César disse...

Eloisa, minha saudação.
Enviei-lhe dois e-mais e não recebi resposta. O último voltou com a informação de que a caixa de seu correio eletrônico estava cheia.
Aguardo notícias.
Obrigado pela mensagem acima.
Abraços,
Pedro