Páginas

segunda-feira, setembro 26, 2005

63 POEMAS DE AMOR - 2004

63 Poemas de amor
para uma FLOR DOS PAMPAS NO CERRADO.





Pedro César Batista


Brasília - DF, abril de 2004





ÌNDICE

Prefácio – Flávia Birnfeld de Oliveira
Apresentação – Lacerda Alencar

1. Brilhante
2. Retrato Falado
3. Bom combate a dois
4. Meus poemas são para meu amor
5. Compromisso
6. Flor
7. Minhas Palavras
8. Pulsação
9. Lua Amiga
10. Brilhante II
11. Vôo Rasante
12. Prazer
13. Rosa Flávia
14. Vida
15. Bom aluno
16. Ardososo Apaixonado
17. Encanto
18. Uma noite enluarada
19. Presente Feliz
20. Certeza
21. Fortaleza
22. Transparência
23. Sempre sorrir
24. Tempo de Amar
25. Passeio
26. Só em Brasília
27. Amputação
28. Tic – Tac
29. Adiante Sempre
30. Normal
31. Fogo Puro
32. Tempo
33. Toque
34. Felicidade Solar
35. Desejo Lunar e Solar
36. Encantamento
37. Desejo Crescente
38. Semeadura
39. Vida
40. Balde de água fria
41. Brilho do sol
42. Assobio do Vento
43. Beija-Flor
44. Desejo
45. Ondas do Mar
46. Lembrança
47. Recomeçar
48. Pulsação
49. Fome
50. Formosura
51. Vêm
52. Recomeço
53. Espelho
54. Luz Intensa
55. Frio
56. Intensidade de Amor
57. Quando queremos podemos
58. Brilho intenso
59. Verdes Sonhos
60. Desejo II
61. Flor da Manhã
62. Encontrei Você
63. Amor ao luar







“A medida do amor é amar sem medida”
Santo Agostinho




PREFÁCIO


Um tempo sem fim, essa é a obra mais doce e tênue já feita por um escritor no que diz respeito ao amor, sentido de todas as formas imagináveis ou não. Um tempo de amor puro e profundo em que os pássaros, as flores, os dias, as noites deram o melhor de si para exaltar o amor.
A melhor forma de sentir o amor é estar aberto para vivenciá-lo venha como ele vier. O amor jamais acaba ele apenas toma outras formas. Com o tempo ele é capaz de brotar os melhores frutos e fazer florescer o amor eterno sem tempo para acabar. Acredite que o amor é no mínimo incondicional entre dois amantes.


Flávia Birnfeld de Oliveira






QUANDO UM HOMEM AMA UMA MULHER


Blade Runner - O Caçador de Andróides é um filme que aborda a questão da cibernética. Para mim, propõe o seguinte questionamento: a emoção é possível numa sociedade em que as máquinas e a engenharia genética assume tanta importância? Eu particularmente fico em parafuso. Será?

Algumas vezes - como gosto de ouvir - escuto pessoas envolvidas com intrigantes situações de amor e emoção. Amigos e amigas. Eles e elas lá, sofrendo, sangrando, se descabelando por situações amorosas. Para mim é um tanto quanto engraçado. Enquanto vou ouvindo fatos. Vou me perguntando: as pessoas ainda ficam apaixonadas? Eu pensei que não. Mas pelo visto, sim.

Quando li os poemas de Pedro César, tive a preocupação de não lê o que ele escreveu para sua Flávia como um crítico literário - o que definitivamente eu não sou, mas como um amigo que escuta quase que diariamente a ladainha: "cara, eu amo essa garota"!

"E eu com isso, Pedro César Batista? A única coisa que sei de amor e da paixão são alguns filmes que já assisti e algumas músicas que escuto quando não estou fazendo nada .... Ah, tem uma frase que eu gravei de Edgar Alan Poe. Ele disse que a pior dor que um homem pode sentir é a dor da perda da mulher amada. E eu fico pensando, as vezes, sobre essa frase porque gosto muito de Edgar Alan Poe e é sempre bom citá-lo numa roda qualquer para você passar a impressão de um cara culto e interado. Será que ele quis dizer sobre o desejo de todo homem de ser o príncipe encantado de uma garota? As mulheres não acreditam, mas todo homem gostaria de se dedicar para sempre à uma mulher. Existe uma busca à mulher amada na alma de um homem? Outra coisa me intriga: Se Edgar Alan Poe se dedicou a pensar sobre as dores do amor, então, escrever sobre amor não é algo tão banal?
Quer que eu seja bem claro? A maioria das pessoas que conheço sentem falta de ter um lugar, com alguém especial. E olha que minhas relações incluem pessoas na casa dos 16 aos 80 anos. Em todas elas esse desejo é latente.
Ninguém fala. Deixam a revelação no meio da estrada. Afinal, quem está preocupado com mulher amada? Uma garota para o resto da vida? Só você mesmo, Pedro. Passar noites em claro escrevendo poemas de amor para a "mulher amada”.
Bom, mas cada um segue seu caminho. No fundo, esse é o século da diversidade. Cada qual faça o que quer e aposte no que acredite. Eu gosto de quem aposta. Seja na loteria ou no amor.

Lacerda Alencar





BRILHANTE


Irradiante luz
Enebriante no tempo,
Buscas o equilíbrio
Universal dos sonhos:
Um sorriso,
Um beijo e
Um abraço.
Caminhar na lua
Sobre minha terra,
Verdejante e quente,
Envolvente e fértil.
Dentro do mato
Esperar as estrelas
Mostrarem o caminho.
Onde te encontrei
Pude sentir teu gosto
E desejar teu desejo.
Teu beijo dá saudades,
Lembra o mar,
A espuma que o vento leva
E salga meu corpo.
Teu corpo
Estelar,
Universal e
Brilhante
Mostra-me a vida.
Vida que te quer
Eternamente
Vida!



RETRATO FALADO


Semeador de sonhos e amor,
plantador de paz e harmonia,
nascido dentro da floresta.
Encantou-se com o brilho
das flores e dos pássaros
ainda menino,
pequeno pescador de alegrias.
Sabedor do seus desejos,
amante de um aconchego
e da calma do lar.
Respeitador das dores alheias,
vivendo-as como se fossem suas.
Espalhou desejo de felicidade
e dignidade para muitos.
Crente no amor,
entrega-se totalmente
de corpo e alma,
tal como semente
em terra fértil
buscando o sol
e espalhando o seu calor.
Calor de amor que possui.
Sonha com a felicidade,
espalha desejo de vida,
acredita na bondade das pessoas.
Considera-se fonte de amor.
Apaixonado por uma Flor,
sente-se como o sol,
quer aquecê-la,
sente-se como a chuva,
quer regá-la,
sente-se como a terra,
quer dar-lhe segurança,
sente-se como o tempo
quer torná-la perene.
Semeador de sonhos e amor,
busca a Flor Flávia,
a mais bela das Flores,
para sentir permanentemente o seu suave aroma
e a maciez de sua pétalas.
Semeador de vida...




BOM COMBATE A DOIS

Querer-te bem é minha vontade.
Dar-te minha luz é meu desejo.
Sermos felizes é divino e maravilhoso.
Possuirmos paz é desejo dos anjos.
Sermos puros é nossa essência.
Estarmos em equilíbrio é a vida.
Ter bondade é o que deseja o Pai
e faz parte de nossos seres.
Vamos combater os fantasmas
Da dor, do sofrimento e do medo.
Vamos nos querer bem.
Vivermos felizes é vontade divina,
construindo um mundo de paz,
onde a pureza seja contagiante.
Veja os momentos bons vividos,
e isso é o desejo divino.
Vamos combater os fantasmas,
mantendo o equilíbrio,
com bondade e amor no coração.
Vamos preservar a luz divina
em nossos seres,
clareando o caminho
para a volta dos que não
nos querem juntos.
Não deixe o fantasma dominar,
veja o nosso brilho,
não se sujeite à escuridão.
Vamos combater os fantasmas juntos,
com nossa luz,
com o nosso encanto,
com o nosso amor.
Vamos combater os fantasmas.
O meu amor é puro.
O meu amor é imenso.
O meu amor é lúcido.



MEUS POEMAS SÃO PARA MEU AMOR!!!


Minhas palavras
são como sementes,
buscam sempre dar flores e frutos,
querem sempre fertilizar a terra,
inspirar o amor e a felicidade.
Escrevo porque as palavras vêm de dentro
de minhas entranhas,
nascem como água da fonte,
para purificar minha alma
e semear paz e amor no mundo.
Seja em momentos de desencontro ou de esperança,
seja nas horas de alegria ou tristeza,
seja no êxtase ou na solidão.
Minhas palavra são para minha musa,
são feitas da maneira mais sublime
e pura porque acreditam no amor,
acreditam na felicidade,
acreditam que a vida é mais forte
que qualquer fantasma,
que qualquer dor,
que qualquer desilusão,
que qualquer tristeza.
Escrever é como colher flores
que germinam dentro da alma,
do espírito e do coração,
elas vêm sublimes e iluminadas.
Escrever me dá prazer minha Flor,
assim quero poder sempre te dar prazer,
sempre poder te abraçar, beijar
e te dar todo meu amor,
com palavras, versos, beijos, carinhos,
abraços, sonhos e vida, muita vida.
Escrever faz bem para a alma,
o corpo e os sonhos,
pois os fortalecem.
Sempre vou escrever para a minha musa,
sempre vou escrever para o meu amor,
sempre vou cantar em versos
todo o meu sentimento por ela.



COMPROMISSO


Numa viagem dois olhares se cruzam.
Numa manhã um telefonema.
Cometo um ato deselegante
E recebo um convite.
Nada de beijos ou toques.
Começa a descoberta.
Meus últimos copos de cerveja.
Em uma noite de orações
Falaste-me de um ímã,
O qual também existia dentro de mim,
Desabrochando como leite de Maçaranduba
Na sombra da lua
Com flores brancas.
A redescoberta do amor
E da possibilidade de plantar
Um novo jardim
Semeando árvores perenes.
Um desejo imenso de amar
E ser amado desabrocha.
Não quero repetir erros.
Quero fazer tudo de bom
Que o tempo me ensinou.
Um companheirismo brilhante
Acontece junto com toques mágicos.
Sempre na direção do amor,
Carinho e complementação,
Um sendo prazer para o outro.
Cheguei aos quarenta,
29 de junho de 2003,
uma data inesquecível,
um aniversário de felicidade.
Recebo uma proposta de compromisso.
Compromisso com o amor,
Com a sinceridade e com a vida,
Um para com o outro.
Compromisso com a busca pela paz,
Pelo respeito ao próximo,
Com o convívio humano.
Compromisso desejado que recebi
Simbolicamente representado,
Adorei-o.
Meu melhor presente de aniversário.
Acredito no canto dos pássaros,
Aprendo com a beleza das flores,
Sigo a melodia do vento,
Que me leva em tua direção.
Você me deu prazer em reaprender
O sentido do amor,
Com compromissos e sonhos.
Uma viagem nos colocou
Dentro de uma mesma estrada,
Há desvios, obsessores, fantasmas,
Criando muros e barreiras.
O que há de ser será
E o amor por você
Saberá ser como o vôo de um pássaro,
Tranqüilo, sereno e longo
Atravessando oceanos.
Você propôs um compromisso.
Acredito em você.
Acredito no amor.
Acredito em nós.




FLOR


Cantando chegarei ao tempo de flores,
No qual você meu amor,
Poderá eternamente dançar
Sentindo o calor de meus beijos e abraços.
Veja quanto é bela a manhã
Quando acordamos juntos,
Veja quanto é bela à noite,
Quando nos deitamos abraçados.
Cantando chegarei ao tempo de flores,
Onde poderemos colhê-las
E semeá-las em nosso jardim.
Cantar-te me dá desejo e prazer,
Por isso quero sempre
Poder dar-te amor.
Você é meu Amor Perfeito,
Encantada e iluminada...



MINHAS PALAVRAS



Minhas palavras nascem
Como a água da fonte,
Vem com a força
De uma semente
Em terra fértil
(plantada por você).
Minhas palavras
Almejam a paz no mundo,
Entre os povos, as pessoas
E entre todos os seres vivos,
E especialmente
Com meu amor.
Minhas palavras
Vêm como os pássaros
Nas manhãs de sol,
E saber onde chegar
E porque vieram.
Minhas palavras
Querem ser a certeza
Do prazer, do gozo,
Da liberdade de existir
E preservar a individualidade.
Minhas palavras
Querem ser lidas,
Entendidas e correspondidas,
Porque vêm de dentro
Do âmago
Da vida,
Do coração,
Do amor,
Da pureza da fonte
Da existência humana.
Minhas palavras
São para você,
Minha inspiração,
Meu tesão,
Minha bela flor,
Iluminando meus pensamentos
E desejos.
Minhas palavras
São todas de confiança
E esperança,
Brotam do coração.
Minhas palavras
Recebem o teu brilho,
Junto de meu esplendor,
O nosso amor
Será como a luz do sol,
Forte e irresistível.
Minhas palavras
São sementes
Que querem dar e receber
O aconchego
Com a mais bela das Flores,
Minhas palavras
Jamais cessarão,
Pois crêem
Na felicidade e pureza
Da vida e das pessoas.




PULSAÇÃO

Meu coração pulsa,
Busca ter sempre você
Porque crê no amor.
Meu coração brilha,
Iluminando meus passos
Certos da direção que segue.
Meu coração esquenta
Pensando em teus beijos
Sonhando em teu gozo
Pedindo-me mais.
Meu coração crê
Porque amar é viver,
Colhendo e plantando flores.
Meu coração é livre,
Por isso voa,
Buscando pousar
Em teu sentimento.
Meu coração é forte,
Canta a dor da solidão,
Ao ouvir Geraldo Azevedo
Querendo estar ao teu lado.
Meu coração está apaixonado
Por conhecer o
teu carinho e a tua pele,
Que encanta meu sonho.
Meu coração não chora,
Porque não vai partir,
Ficando sempre em teu porto.
Meu coração pulsa
Por ter você sempre
ao meu lado.
Meu coração é uma semente,
Buscando tua terra
Para florescer e
Virar uma rocha,
Perene como o brilho da lua.



LUA AMIGA



Dar um sorriso para o sol
Enquanto a lua se esconde,
Observá-lo até sentir seu calor,
O seu brilho e a sua força.
Absorver tudo de bom,
Mesmo entristecido pela guerra
Imperialista, da fome e do obscurantismo.
Encantar-se com o sorriso das crianças,
Apaixonar-se pelo canto dos pássaros,
Sonhar sempre com o porvir.
Não importa se prevalecer a dor
Ou a usura,
A água pura purificará meu corpo
Permitindo crer sempre no amanhecer.
As folhas caídas aquecem o solo,
Fortalecendo raízes,
Criando árvores frondosas
Onde poderei sentar sob suas sombras
E escrever pensando em meus amores.
A lua escondida me observa
O porvir me espera
Os beijos de Flávia me animam
Enquanto escuto o pulsar
Do vento e do meu sangue
Crente na felicidade.
Não importa a idade,
O sol aquece a todos
Alimenta a vida
E se reflete na lua,
Possibilitando mais ainda
Acreditar no fim das dores.
Nada me desanima,
Nada me impedirá
De continuar semeando paz,
Flores e sonhos.
Enquanto isso continuarei
Sorrindo para o sol
E esperando a lua chegar
Para te aquecer em meus braços
A lua continua escondida.





BRILHANTE II


Tudo ilumina
E tudo encanta.
É um novo tempo
Encantado por beijos
E a vontade imensa do novo construir.
A vontade de viver e ser eternamente
A Força da vida.
Encantar-se com o futuro
Aprendido no passado
E vivido no presente
Sem as dores e os erros cometidos.
Crer nas pessoas,
Mesmo sabendo que são frágeis,
Podendo ferir e enganar
Outras pessoas.
Crer no amor,
Pois não poderá o ódio
Vencer o carinho e a esperança
De poder sempre te amar.
Olhar a noite
Sabendo que a manhã virá
E poderemos passear
Em belos e formosos jardins.
Ver o luar ao teu lado,
Como estrelas no espaço
De tão apaixonadas
Acreditando no tempo
que construiremos.
Crer sempre no tempo
Por vir ao teu lado
Onde poderemos
Sorrir e dançar frevo
Sem se preocupar
Com as crianças famintas
E pedintes nos faróis.
Ser teu eternamente
Possuindo teus beijos para deliciá-los
E sentir teu gosto de vida.
Tudo brilha.
Tudo encanta.
Tua lua.
O brilho da vida,
a nossa força
e o nosso amor.



VÔO RASANTE



Beija-me flor,
Com ardor de Colibri,
Embeleze a vida com sua plumagem.
Faça a beleza
Ser ingrediente da relação humana.
Beija-me Flor,
Com o néctar do prazer,
Caminhando sempre rumo ao brilho.
Beija-me flor
Com teu amor,
Teu encanto
E teu sonho.
O mundo é verde
Cheio de esperança,
Cheio de confiança.
Beija-me Flor,
Façamos do dia
Energia para a conquista
Da lua cheia,
Com céu estrelado,
Onde poderemos mirar o cosmo.
Beija-me Flor
E conquistaremos o espaço.
Beija-me Flor,
Não levante vôo,
Nem deixe as pétalas
Caírem aos solo.
Beija-me Flor
Espalhando jardins
De carinho e felicidade.
Faça o tempo
Sempre estar com teu perfume,
Belo como teu vôo.
Beija-me Flor.



PRAZER


Olhar-te dá prazer
Tanto quanto receber a brisa
Ou tomar banho de chuva
Ou te dar meu amor.
Beijar-te dá vida
Encanta os desejos
Alimenta os sonhos
Ilumina as conquistas.
É como um belo canto
Pode ser do mar,
Das folhas, dos pássaros
Ou de tua voz
Em meus ouvidos.
Abraçar-te e te sentir
Poder tocar teu corpo
Respirar tua pele
Desejar tua carne é vida.
Sementes brotando,
Flores desabrochando,
Vidas recomeçando
Para cuidar de bonsais.
Cuidar de ti
Dar-te meu calor.
Cuidar do tempo,
Do porvir ao entardecer
Enquanto os pássaros
Nos chamam para a aurora,
Iluminando meus teus olhos.
Sentir teu prazer
Dá-me prazer
Dá-me brilho
Dá-me caminhos
Desejos de construir
Junto de ti.
Querer-te é muito bom.



ROSA FLÁVIA



Uma flor exala perfume,
Causa amor,
Encanta o sol,
Deixa a lua envergonhada.
Uma flor brilha sempre.
Assim como o amor
Vai se isolar,
Acreditando-se melhorou então,
Não conhece
Nem aceita a vida...
Assim como a vida
Encanta as pessoas,
Acredita-se única,
Exclusiva,
Como a mais bela das rosas.
Uma flor
Sempre encanta.
Então pensa ser a lua,
Ou quem sabe
Um planeta.
Mas as flores
Perfumam o tempo,
Causam o vento do amor,
Causam o desejo de construir
Um sonho coletivo a dois.
Lembram as ondas
Na Ilha de Pernambuco,
Recorda o tempo de canto e encanto
Nas margens da praia do sul.
O canto do vento
Encanta tanto quanto o beijo
Que quero ter permanente.
O tempo de vida.
O tempo de poder ter a vida,
O sonho.
O tempo de acreditar
Que nada nos separará.
È tempo de recomeçar!




VIDA


Olhar no horizonte e
Ver um novo tempo desabrochar.
Um tempo de aprendizado e ensinamento,
De paz, amor e resistência.
Olhar a lua sobre o vento
Brilhando caminhos floridos
Perfumados por sonhos apaixonados
E felizes por crer no presente.
Olhar teus olhos encantados
Iluminado minha fé
Nos passos que trilharemos
Buscando o prazer da existência.
Olhar sempre para frente
Acreditando no fim das dores
Da opressão, exploração e miséria
Imposta às pessoas trabalhadoras e pobres.
Olhar sempre vendo os erros
Para não repeti-los
Tendo a certeza do desejo
Em aprender a aprender ser teu
Sempre teu.




BOM ALUNO


Sou voador,
Canto a dor do amor,
Busco um ninho
Onde pousar de meus vôos.
Sou águia,
Atravessei muitos oceanos,
Conheci muitas praias,
Vi muitos rochedos e
Sobrevoei muitas montanhas.
Sou feliz.
Por onde estive,
Deixei sementes de paz.
Muitas floriram,
Espalhando mais sementes
De sonhos por vida.
Sou de carne e osso,
Sinto como ser pensante,
Aprendo a voar
Sabendo a necessidade de recomeçar.
Sou um aprendiz
Do prazer em viver,
Em conhecer o amor,
Buscando mais e mais
Ser um bom aluno.
Sou incansável
Na busca do tempo e lugar,
Onde poderei recuperar
Minhas penas,
Minhas garras,
Minhas energias
E recomeçar uma vida nova.
Sou voador,
Sou água,
Sou feliz,
Sou de carne e osso.
Sou incansável.
Acredito no que falo,
Sonho e construo,
Por isso intensamente
Amo as flores e jardins.
Acredito no amor,
Na dor do amor,
Na luta pelo amor
E na vida de amor.
O tempo de vida é eterno,
Tanto quanto a poesia
Das águias renascendo
Desejando o carinho eterno.
A certeza de meu amor
É como um jardim,
Nunca deixará de florir.
Feliz àquela que souber cultivá-lo
Minha escolhida
Está perdida em divagações.
Sou aprendiz por viver,
Canto meu amor
Em linhas apaixonadas
Desejando ser amado
Igual ao tempo que me ensina.





ARDOROSO APAIXONADO


Há como é gostoso viver.
Tem o banho de igarapé
Posso pegar jacaré
E brincar de roda.
Canto quando sinto vontade
Depois do choro,
fico leve como uma nuvem.
Ainda posso olhar as estrelas
Sentir saudades dos beijos
Vindo dos pampas
E ouvir uma viola
Falando de amor.
Posso sonhar voando,
acreditando que as pessoas são felizes,
Como disse Renato Russo.
E caminhar,
Viajar, navegar,
Ouvir, viver
E sentir minha força
Em construir a história.
Viver é gostoso,
Como Bacuri,
Andar de canoa
E sentir nas entranhas a felicidade.
Viver é alegria,
Não importa se para isso
sofra desilusões,
Tristezas
E desencontros.
Viver é gostoso
Como teus beijos.



ENCANTO


Tempo de construção do amor,
mesmo existindo guerra.
Tempo de viver feliz,
Apesar das crianças nas ruas.
Tempo de encantar-se,
Distanciando-se da hipocrisia.
Você é tempo de vida,
Irradiando encanto e luz.
Você veio entranhar-se
Nos meus sentimentos e sonhos.
Você veio do universo,
Onde vivemos a buscar.
Agora é tempo de viver.
Agora é hora de cantar.
Agora é vida a viver.
Sentir-te faz bem,
como teu perfume,
Teus olhos,
Tua boca,
Tua voz,
Tua luz
E teu abraço.
Ainda poderá a humanidade
Ser feliz eternamente.
Ainda poderemos ter o prazer.
Ainda poderemos cantar sob a lua cheia.
É tempo de construção.
Amar sempre é tempo.
Construir o amor eterno.
Você é flor bela
Entranhada em meu corpo
E minha alma.



PLANETA ÁGUA


Água viva brilhando no tempo.
Água de coco alimentando.
Água acabando com a sede.
Água de cheiro te perfumando.
Água de flor irradiando sonhos.
Água de chuva alimentando a terra, rios e mares.
Água fazendo as brisas, as tempestades, a chuva.
Água viva que brilha o tempo.
Planeta água – verde, azul, transparente,
Tudo que a gente sente incandescente,
Teus beijos, teu cheiro, tua boca, tua mente,
Levando-me ao espaço sideral.
Sempre buscar o belo e o bem,
Sem querer sementes do mal,
Tão pouco a tristeza dos pássaros
Perdidos do bando em arribação.
Dançar ao entardecer ao som das tuas ondas,
Vibrar sentindo tua energia adentrando meu corpo.
Dar e receber sempre seu brilho.
Água transparente onde te vejo,
Água do mar adubando um coração,
- o meu coração –
Desejoso de voar como Albatroz,
Muito alto levando a notícia de meu amor.
Megagalático interplanetário ser,
Buscar teu amor viver e
Fazer da rede genética universal
Semente de paz e fraternidade em abundância.
Semeando jardins com tuas flores preferidas
Onde passearemos depois de amar,
Extasiados de sonhos a construir.




UMA NOITE ENLUARADA



A noite é linda,
Possibilitando observar os astros no espaço sideral.
A noite é linda,
Perfumando o tempo de desejos.
A noite é linda,
Iluminando a lua com seu brilho.
A noite é linda,
Igual a você.





PRESENTE FELIZ



A vida é tão boa que te conheci.
Poderemos semear luzes
Para que não haja dores,
Nem sofrimento,
Nem guerras,
Nem fome,
E nem usura.
A vida é tão boa que te conheci.
Poderemos semear jardins,
Colher flores e frutos,
Brincar na beira mar
E depois bolinar até cansar.
A vida é tão boa que te conheci.
O tempo é curto
Exige muita cautela para não errar o caminho
Para que possamos acertar na construção de uma estrada
Segura e luminosa,
Sempre ao teu lado.
A vida é tão boa que te conheci.




CERTEZA



Um brilho incendeia meu olhar
Fazendo o tempo se encurtar,
Faz o sonho crescer e
A força da vida aumentar.
Uma flor
Alimenta colibris e borboletas,
Embeleza o que vejo,
Enriquece meu prazer
Em ser aprendiz.
Teu aprendiz.
Canta minha flor,
Canta meu amor,
Ouvirei teu som
Sempre a alimentar a vida.
Tu não serás pó,
Serás vida construindo o futuro
E serás semente brotando árvores.
Serás sempre uma vida
Irradiando felicidade e prazer.
Tu és flor
Semeando crença na vida.
Tu és a vida
Animando o tempo.
És o tempo.
És minha flor
Que alimentarás sempre o brilho
Das borboletas e colibris.
Teu pólen é certeza do amanhã.





FORTALEZA


Nada a temer,
Seguir rumo ao vento
E construir sempre um novo tempo.
Nada a temer,
Sempre conquistar o vento
E buscar o tempo para melhor viver.
Nada a temer
Ser fonte de inspiração
E sentir a leveza de teus beijos.
Nada a temer,
Construir o amanhã
E semear flores para você.
Nada a temer,
Ser teu aprendiz e
ter você como fonte de alegria e brilho.
Sempre crescer
Buscando no tempo teus ensinamentos.




TRANSPARÊNCIA


O tempo é transparente,
Mostra-me a beleza,
Permitindo-nos sentir o mais agradável dos aromas,
Contagiando-nos com sua força e alegria.
O tempo vem com a mesma felicidade
Da existência humana,
Não importa se chorando
Ou com caricias e beijos.
O tempo é azul,
Cor do espaço sideral,
Luz irradiante do vento
Da certeza do mar e do amor...
O tempo é infinito,
Vem pela manhã com as flores resplandecendo o sol,
Aconchegando-se nas pessoas com o calor e a brisa do entardecer,
Buscando-nos como a noite que faz ficarmos mais enamorados,
Tornando-se na madrugada semente do amanhã.
O tempo é vida,
Disposta ao aprendizado dos sonhos,
Dos navegantes e dos pescadores
Que conquistam sempre o início do novo
Repleto de jardins floridos.
O tempo é a certeza da conquista do amanhã,
Tal como planejado e sonhado.
O tempo te trouxe
Para semear alegria e esperança,
Conquistar sonhos,
Germinar espaços
Para serem ocupados eternamente.
O tempo é nossa existência.
O tempo é nossa certeza da felicidade!



SEMPRE SORRIR


Hoje ao observar o por do sol, adoraria poder estar ao teu lado...
Sei o quanto é delicioso poder amar a vida, pois amo a minha intensamente...
Sei o quanto é rico sentir a certeza do que se quer, pois tenho plena convicção daquilo que acredito e busco...
Sei o quanto é apaixonante poder construir os sonhos, tenho feito isso ao longo de minha vida...
Sei o quanto é vibrante poder cuidar de um jardim, sempre adorei flores...
Sei o quanto é vibrante estar buscando ser amado, quando se está começando a amar...
Sei o quanto é alegre poder acreditar que a felicidade será alcançada plenamente, conhecendo-a há muito...
Sei o quanto é forte crer nas sementes, adoro semear...
Sei o quanto é belo ver o horizonte, acreditando no presente...
Sei o quanto é agradável poder estar ao teu lado, tenho tido este prazer...
Sei o quanto poderemos construir, sinto isso em meu coração...





TEMPO DE AMAR

O tempo passa
E vem sempre renovando
Quando vai leva consigo o ensinamento
E aquilo que foi aprazível
Ou mesmo desprezível.
Quando vem traz consigo a vida,
A certeza da mudança e o
Aprendizado do novo.
Vem encantando o presente
Na certeza de construir o futuro.
O tempo é permanente,
Com suas fases.
O tempo é belo e brilhante
Encanta os olhos e mentes.
O tempo afirma sonhos
Trazendo conquistas e prazer.
O tempo é infinito,
Tanto quanto o tempo
Desejado ao lado de meu amor,
Minha bela Flor.
O tempo é novo
E certo em poder recomeçar
Fazendo sempre diferente e melhor
Especialmente a minha dedicação
Aos cantos e encantos
De Flávia e da felicidade.




PASSEIO


Quero contigo passear por todos os jardins do universo.
Quero contigo semear as mais belas, coloridas e tenras flores.
Quero sempre junto de ti cuidar de um jardim,
O jardim que plantaremos.
Quero contigo poder colher
E fazer vasos com as mais belas flores
Colocando-as em nossa casa
Para perfumá-la e deixá-la mais aprazível.
Quero sempre poder te dar uma flor,
Colhida ao amanhecer,
Ainda úmida pelo orvalho.
E poder beijá-la
Ao dormir e quando acordar.
Quero poder ser eternamente teu jardineiro,
Sensível, cuidadoso e carinhoso,
Acariciando a minha flor mais bela, você.
Quero caminhar ao teu lado
Construindo castelos e monumentos
Que nenhuma tempestade os faça ruir,
Nem mesmo balançar.
Quero sempre poder te dar o meu amor
E receber o teu,
Abraçados e suados,
Conversando ou caminhando,
Sonhando ou plantando,
Colhendo ou semeando,
Impregnados pelo amor.
Te quero eternamente
Para juntos podermos ser flores,
Espalhando vida, amor e resistência.





SÓ EM BRASÍLIA



Choveu, esfriou.
A lua continua só
Acompanhando-me
Nas ruas de Brasília.
Lá do alto com o seu brilho
Observa-me caminhar
Percebendo a falta que sinto
Dos beijos de minha Flor.
Choveu, esfriou.
Queria aquecer-me
Em teus braços,
Sentir teu hálito
Puro e perfumado.
Choveu, esfriou.
A noite de lua cheia
Permanece bela,
O vento umideceu-se,
Enquanto meus lábios
Ressecaram-se...
Caminho pela ruas de Brasília.
Espero um telefonema,
Uma mensagem,
Um chamado,
Um sinal
Que não vem...
Continuo a caminhar,
Observando a lua olhar-me.
Caminho só
Nas ruas de Brasília.
Sina de uma semente pura?
O que falta?
Terra boa?
A Flor encontrei,
Mas a ventania do cerrado,
A secura do Planalto
Quer levá-la.
Choveu, esfriou.
A lua continua só.





AMPUTAÇÃO



Ouvir que é preciso ter desapego ao amor
É muito estranho.
É como deixar de amar,
Esquecer ou abandonar
Uma parte do espírito.
Desapego é para coisas materiais.
Mesmo o coração sendo carne,
Reflete o que a alma sente.
O mais puro desejo da alma,
O bem que se quer ter
E a dor da perda.
Não há como ter desapego com o amor.
É como perder um olho
Ou qualquer parte do corpo
Arrancado.
Não importa como se vê,
É a mesma sensação de partida,
De ida para longe,
Distanciar-se do tempo presente.
Fica apenas a vontade,
O canto na mente,
O silvar do vento,
O desejo de recomeçar.
É como amputação,
A mesma dor,
A distância do amor
De minha Flor.



TIC - TAC



A tristeza quer tomar conta de meu ser.
A noite está sem lua e estrelas.
O vento não canta.
O tempo não quer avançar,
Parece querer parar.
A tristeza quer invadir meu ser
Que não aceita.
O brilho que possui é mais intenso.
A esperança em receber um convite
Para almoçar ou ir a um cinema,
Ouvir o desejo por um beijo,
Um convite para namorar e amar
É como o desejo que a manhã virá
Trazendo você.
A tristeza quer tomar conta do tempo.
As flores querem murchar.
As sementes não querem brotar.
O solo quer ficar árido.
O tempo não quer avançar.
O vento é frio
Aumentando o desejo de sentir o toque
Mágico de minha Flor,
Ouvir a melodia de sua voz,
Sentir seu abraço em meu corpo.
Somente o barulho do relógio,
Tic-tac, tic-tac, tic-tac, tic-tac,
O tempo não quer avançar.
Oh lua, venha logo,
Não deixe a noite escura,
Junte-se ao meu brilho
E ao da mais bela Flor
Do jardim, o meu amor.
O tempo não quer avançar...



ADIANTE SEMPRE


Água doce ou salgada
Como um beijo apaixonado teu,
Tal qual um ímã,
Quero viver eternamente.
Sentindo sempre o calor da terra,
O perfume do vento,
O brilho das estrelas
E de todos os astros,
Admirando a lua enamorado,
Olhando o infinito.
Maciez de água pelo corpo,
Música de Bach
Entrando no espírito,
Por cada vaso sangüíneo,
Assim é o desejo de viver.
Cada vez mais e mais
Encantar-me com o tempo
Onde existo e aprendo
A aprender a existência.
Que bela a existência!
Caminhar entre flores,
Ser acariciado pelo vento
Sentindo o desejo
Sempre maior de seguir.
Sempre poder seguir.
Ir até a eternidade,
Em que o perfume das flores,
A beleza das borboletas,
A leveza das aves,
A energia do amor,
O sonho das estrelas
Sejam parceiros cotidianos.
Acreditar sempre mais
E mais na força do tempo,
Que estou a seguir
Buscando a felicidade.
Quero seguir,
Sempre ver
O tempo seguir-me,
Acredito em suas lições,
Em suas aparições ou desencontros,
Certo de que me apontam para a vida.
Beber água pura da fonte,
poder namorar minha Flor.
Sempre crer nas sementes
Puras como Marlua e Mariana.
Sempre crer nas flores,
Mantendo o brilho intenso,
A energia e o encanto da vida.
Sempre crer no tempo,
Melhor professor para o amor
Ou a dor,
Levando e trazendo sonhos
Seguramente sempre mais fortes e belos.



NORMAL



O tempo quente me incendeia,
deixa meu corpo teso,
desejoso de estar ao teu lado,
poder te tocar,
aspirar o teu hálito,
sentir tua pele,
cheirar teu perfume,
ouvir teu murmúrio de amor,
e receber teu tesão.
O tempo quente me deixa alegre
por ter-te em meus sonhos,
sentir-te como tatuagem,
estar dentro de ti,
e te sentir.
Podermos nos engolir.
Podermos nos amar.
O tempo nos pertence,
mesmo na calda do foguete,
não podemos perdê-lo,
devemos acompanhâ-lo.
O brilho que emanamos,
sempre mais forte fica
quando estamos juntos.
O tempo trouxe você Flávia
para acreditar mais ainda na vida
e na certeza da felicidade.
O tempo trouxe a mais bela
das flores
para perfumar meus sonhos,
encantando meu olhar
e a minha vida.


FOGO PURO



Um fogo cresce dentro de mim,
arde disposto a contagiar a humanidade,
espalhando-se por todo o universo,
galáxias e pelo infinito. Um fogo que arde de amor,
confiança e esperança de
que todos os seres vivos
possam ser felizes
e viverem eternamente em paz e
fraternalmente em harmonia.
Um fogo que nasce
de minhas entranhas,
vem de dentro
do coração e da mente,
incendiando todo meu corpo,
minha consciência e me deixando
cada vez mais apaixonado
pela minha bela Flor.
Um fogo que arde
e cresce infinitamente,
fazendo crer que o possível
é o impossível,
que a felicidade é cotidiana,
que o prazer é permanente,
que a harmonia está sempre presente.
Um fogo que nasceu do amor,
da alegria dos beijos
que dou e recebo,
do calor que entranha
em meu corpo,
vindo do desejo de estar
sempre com a vida recebida
do canto do vento.
Um fogo infinito
tanto quanto o desejo
de estar sempre
com Flávia,
à beira mar,
sob o luar,
tomando água de coco,
descansando após o almoço,
para a vida crescer
em felicidade e prazer.
Um fogo que será eternamente
bom e puro,
por crer nas pessoas,
nas flores, nos pássaros,
e no porvir,
onde o amor será cada vez mais forte.
Um fogo eterno
toma conta de meu coração
e de minha consciência
buscando fazer o brilho
que espalha ser todo nosso,
meu e teu Flávia.




TEMPO




O tempo é translúcido,
aponta sempre para a frente,
mostra a certeza
do amanhã.
O tempo sempre traz flores,
como você,
bela e perfumada.
O tempo sempre acalma os mares,
o vento e acarícia o espírito.
O tempo pertence-nos,
possibilitando amar,
amar e viver sempre
acreditando na paz
e fraternidade.
O tempo é vida.
O tempo é semente
para colhermos sempre a vida.
O tempo é nosso.





TOQUE

Sensação mágica
de intenso prazer tenho ao te sentir,
fazendo pulsar no coração
todo o desejo de amor,
diante da leveza das pétalas
de Jasmim, Rosas ou Amor Perfeito
acariciando minha pele.
Sensação intensa de prazer
ao receber teus carinhos
sublimes, iluminados e encantados,
deixando o céu mais perto e mais estrelado,
a lua mais brilhante.
Sensação de pureza
de uma nova vida nascente
água jorrando de fonte
sementes de belas flores brotando
fertilizando o tempo
de mais frutos,
frutos puros e bons.
Sensação de leveza,
como uma ave,
sobrevoando o mar,
sentindo no vento das serras,
o teu perfume oxigenado
e a sede de beijos molhados.
Abraçado a ti
sentir o êxtase
com tuas mãos maravilhosas.
Sensação de carinho
e felicidade eterna
a chegada ao paraíso. Sensação de total prazer
causam teus mágicos
e encantados toques
de minha mais bela flor, Flávia.


FELICIDADE SOLAR


Dentro de mim
tenho a felicidade,
Que está cada dia mais forte,
disposta a contagiar as outras pessoas.
Cada novo dia,
ao ver o sol,
belo irradiando calor,
mais disposição tenho
para cantar a felicidade,
mais força tenho para acreditar no amor,
mais fé tenho que as sementes brotarão.
Serão semente de carinho,
compreensão, harmonia.
As folhas que vêm
trazem o perfume de Flávia
Aumentando o desejo de beijá-la.
Serão sementes que brotarão
e crescerão eternamente.
Cada novo dia
mais feliz fico,
pois vivo, amo
e sou livre para sentir
a felicidade.
Viver é muito bom.
viver sempre mais feliz...




DESEJO LUNAR E SOLAR



Enquanto você se acorda
o sol desponta na janela,
dizendo que o dia
será como tu, brilhante.
Ver o sol nascer,
chamado por teu canto
tornou-se inesquecível,
tanto quanto teu beijo.
Rapidamente o sol sobe,
assim como cresce
mais o meu amor,
tal como o calor solar
aumenta o desejo
de sempre te amar.
Somente da terra é a lua,
assim quero ser teu,
via única para o prazer
da existência humana
de dois astros: você e eu.
Ou o sol e a lua
que juntos causam mais esperança,
incentivando a confiança
em ser força impulsora
da paz universal.
Enquanto você se acorda Flor,
a lua e o sol se encontram,
desejam mais ainda
a nossa felicidade.
Eles acreditam
que muito poderemos fazer,
contribuindo com eles
na irradiação do amor,
da compreensão e do carinho.
Eles acreditam em astros,
por isso sempre nos acompanham
desejando infinitamente
a nossa união.





ENCANTAMENTO




Ouvir “Mamão com Mel”,
beijar Flávia,
admirar a lua,
cantar com o vento,
tudo leva-me ao amor.
A existência das dores,
da fome ou da exploração
servem para resistir
a tudo isso,
aumentando a minha crença
na conquista dos sonhos.
Estar ao lado de Flávia
é sublime,
lembra-me o carinho
das ondas na praia,
no vai e vem do mar.
Nada fará o tempo retroceder,
nem mesmo a dor.
Esta servirá para avançar,
ensinando as pessoas.
Nada poderá fazer a lua
e o sol deixarem
de nos olhar
e confiarem no tempo.
O tempo é de recomeçar,
aproveitando tudo de bom vivido,
deixando de lado
toda a impureza.
Estar com Flávia
é maravilhoso,
que este desejo torna-se infinito.



DESEJO CRESCENTE


Ao chegar a lua com a noite
cresce o desejo de te beijar mais,
poder te olhar dentro dos olhos
e te dizer: meu amor.
A noite deixa a lua sozinha,
porque ela queria
que estivéssemos juntos,
admirando-a.
Tanto quanto te admiro,
os teus beijos deliciosos,
as tuas palavras iluminadas,
os teus sonhos amorosos,
o teu ser sublime,
os teus toques,
puros e mágicos.
Teu ser veio e ficou,
entranhou-se em meu corpo
e em minha alma,
como uma raiz
fazendo com que o prazer
e a liberdade se fortalecessem
de tanto acreditar
na felicidade
para nós
e para a humanidade.
Assim foram e serão
dias e dias,
quando o sol e a lua
poderem novamente nos ver
abraçados caminhando.
Sublime e puro é o amor,
o nosso desejo
pelo bem,
pela felicidade,
pela luz,
pela fraternidade,
pelo carinho,
pela bondade,
pelo brilho
que podemos ver
um no outro.
Você é vida.
Você encanta o tempo,
por isso as flores
encantam-se com o teu ser.
Fazem o amor
dentro de mim ficar mais forte
e decidido
e tudo de bom semear
como sempre fiz.
Juntos vamos viver
numa casa no campo
sentindo o perfume das flores
sob o luar
e ouvindo o canto do vento
Fazendo melodias para nos amarmos.




SEMEADURA


Ainda é tempo de semear,
Ainda é tempo de colher flores,
Ainda é tempo de regar o jardim,
Enquanto questionamos o amor.
As sombras crescem,
As dores surgem,
Os fantasmas se apoderam dos corações.
E das mentes então apaixonadas
Assim como a sede
Se não a saciarmos
Nossos corações também secarão,
Assim é a fome
Se não nos alimentarmos
Nosso corpo sofrerá eternamente.
Enquanto buscamos explicações para
o amor e a dor
Sem nos deixarmos aprender
O prazer da vida.
A tristeza cresce e avança.
Ainda é tempo de semear
Ainda é tempo de colher flores
Ainda é tempo de novo plantio
Ainda é tempo de respirar o aroma de minha flor.
Ainda é tempo.




VIDA



Vi o sol nascer e estava sozinho,
meu pensamento era todo dirigido
à minha flor
que pretendia ir para longe de mim.
Vi o sol nascer
e o frio quis tomar conta de meu ser.
O calor do sol,
não estava me aquecendo.
Vi o sol nascer
e meu coração estava apertado
pulsando entristecido,
sentindo a possibilidade
de não ter mais os beijos,
não ter mais teus toques,
não ter mais teu amor.
Meu coração apaixonado
não queria mostrar-se triste,
mas a dor era crescente.
A tristeza queria tomar conta de meu olhar
quanta vontade de poder beija-la,
poder dar-lhe todo meu amor,
flores e meu carinho.
O sol nasceu,
o frio veio junto.
Quanta saudade dos beijos
das palavras
e da companhia dela.
O sol nasceu,
felizmente todo dia ele nasce
e sempre renova,
e meu coração não perde
a esperança
de tê-la novamente em meus braços.
O desejo de colher
e semear paz contigo
é muito grande,
a esperança
permanece
O sol esquentará meu corpo
para que possa voltar a aquecê-la..





BALDE DE ÁGUA FRIA



Esperando uma saudação de amor
Recebo uma despedida gelada,
Um abraço cálido como a chuva,
Que cai lá fora espantando meu calor.
Um frio desce por meu corpo.
A tristeza não fica,
Vai para bem longe,
Levada pelas nuvens que passam ao largo.
A dor não fica,
Indo pelo ralo com as palavras frias recebidas.
Mas as flores ao receberem a chuva
Revigoram-se ficando mais viçosas,
E nada as fará deixar de espalhar seu perfume.
Apenas fica a sensação de espanto
E o gosto amargo na garganta
Pela falta de um beijo
E do sabor de teu corpo.






BRILHO DO SOL

Não ouvir teus sonhos escurece o tempo,
Deixando-me entediado
Na busca da felicidade.
Este existe contigo ao meu lado,
Podendo crer mais na vida
E nas conquistas a dois
Onde poderemos semear sonhos de luz divina.
Não te olhar deixa-me cego,
Impedindo-me a visão do belo e puro amor.
Não ter a tua companhia parece um deserto,
Sedento por chuva que parece não vir mais.
Não poder caminhar segurando tua mão
Causa uma dor imensa,
Escurecendo o coração que quer parar sufocado.
Tua falta deixa-me com as narinas cansadas,
Os pulmões pesados por não sentir o teu encanto.
A tua ausência impede-me cantar,
Os versos vêm com lágrimas que não querem parar.
Estar longe de ti é como a escuridão.
Preciso de luz,
Necessito abrir meus olhos
E poder encontra-la ao meu lado
Na construção da felicidade.
Sem você nada brilha,
Nem a luz do sol.



ASSOBIO DO VENTO

Quem paira no espaço,
Buscando um laço,
Conquistando um abraço,
Como se fosse o aço
Forte e mais agradável?
Como se contrapor
A dor,
A ilusão,
Sem cantar o amor?
Será possível
Viver o amanhã?
Sem sonhar com este dia?
Quem cantará a esperança
Se a felicidade e o prazer
Da existência deixarem de existir?
Os rios levarão os peixes,
Levarão a sujeira,
E a hipocrisia,
Fertilizarão os sonhos
Da harmonia, carinho e felicidade.
E a truculência,
A ignorância,
A usura,
O egoísmo,
Onde ficarão?
Quem será a vida,
O vento, o mar, as estrelas,
A terra fértil,
Os pássaros?
O que germinará
Das dores da tristeza?
Quem paira na vida
Ilumina os caminhos
E os sonhos?
O que será?
O que virá?
Orgasmos, risos, choros
Ou gritos de vitórias?
A vida é brilhante,
O assobio do vento
Enxerga os melhores caminhos,
Procurarei sempre seguí-los.
Ventania que paira
Encantando o desconhecido.





BEIJA- FLOR

O sol esquenta meu coração
Tanto quanto você aquece meus sonhos,
Dando-lhes força para a sua construção.
A chuva aduba meu coração,
Tanto quanto você fortalece as sementes
Plantadas nas manhãs
Que caminhamos lado a lado.
O universo conspira por nós,
Tanto quanto meu amor
Acredita em nossa união.
O sol fortalece meu amor.
A chuva aprofunda as raízes de meu sentimento.
A distância de ti,
Da mais força para ti buscar.
As flores que colheremos,
Serão sempre eternas e belas,
Como teus toques, beijos e nossa fé.
Assim poderemos sempre semear
Por onde passarmos mais flores,
Para que os beija-flores possam
Sempre dançar para nós.




DESEJO


Quantas sementes perdidas
Buscando o veio do solo
E nada encontrar,
Somente pedras e rochas.
Sementes desperdiçadas
Em corações fechados
Iludidos com o poder
E perdido na multidão.
O movimento das pessoas,
Passos se cruzam
Com braços levados como pêndulos
Buscando a hora
De se encontrar com o tempo.
Um novo tempo
De terras produtivas
Com sementes aproveitadas
E corações abertos
Construindo novas plantações.
Sementes são vidas,
Fecundando a energia
Capaz de sustentar as pessoas.
São brilhantes como diamantes
Solitários como espermatozóides
Iluminando e sustentando a caminhada
Rumo a plantações humanas.
Não podemos desperdiçá-los.
Parecem infinitos, mas somente o universo
Assim o é.
É preciso transformar solos
Áridos em férteis,
Rochas em pó,
Adubando-as.
Para crescerem e brilharem.
Brilhar sempre
Em manhãs refletindo o orvalho,
Ao anoitecer
Resplandecendo o luar.
Sementes dão vidas
Humanas que iluminam
O rumo da fraternidade.
É preciso deixar-se produzir,
Criar a vida.





ONDAS DO MAR


Sem saber se sei o que quero.
Com medo dos pais e das mães.
Ou então confundindo pais e mães
Nas madrugadas de amor.
Quem sabe nada sei,
Apenas quero crer
Que tudo sei.
Mas duas certezas tenho,
Uma nada sei,
Outra amo você.
Uma vida ainda toda a ser vivida.
Jardins a serem plantados.
Ainda não nos amamos sob o luar
Ou nas ondas do mar.
Uma flor busca o mar,
Para amar sem medo
De fantasmas e
Das dores vindas do tempo sem chuva.
Uma flor busca sempre amar,
Fazer da chuva sua parceira de vida,
Ou existência do tempo por vir,
Sempre.
Isto importa crer ou não crer,
Querer ou não querer.
Desejando se conquista,
Se não, abandonas
Todos os sonhos
Ou desilusões.
Uma flor que semeia
Deixa suas flores
Para o tempo poder brilhar sempre.
Meu amor,
minha flor
Quero sempre poder te regar todos os dias.



LEMBRANÇA


As flores espalham seus perfumes,
colorindo o olhar
apaixonado pela vida
a construir depois do vendaval.
O vento acaricia e perfuma
o espírito e o corpo,
deixando suas marcas
na esperança de um novo tempo.
As flores são tão belas,
sublimes e puras,
como são teus beijos,
teu amor e teu encanto.
As flores te invejam
porque você encanta a humanidade.
As flores buscam te imitar.
Assim o tempo fica mais belo,
mesmo sendo curto
quando estou ao teu lado,
ou longo sabendo que te encontrarei
para mais ainda nos amarmos.
As flores com suas sementes,
espalhando beleza e encanto,
somente fazem te lembrar,
pois tu és fruta boa,
irradiando luz, brilho e paz.
Os momentos de distância,
Dor ou dúvida
ficarão como lição do amor.
O encanto das flores
é teu amor
deixando-me livre
para te amar cada vez mais.
As flores sempre lembram você.



RECOMEÇAR


Caminhar em direção ao tempo
De conquistas,
De vitórias,
De solidariedade,
De fraternidade,
De alegria,
De fartura,
De amor,
De compaixão,
De perdão,
De respeito,
De jardins floridos,
De mudanças boas,
De liberdade,
De justiça,
De ousadia,
De compreensão,
De harmonia,
De brilho,
De água pura,
De tempo bom,
De céu limpo,
De terra fértil,
De semente brotando,
De frutos amadurecendo,
De felicidade.
Tempo de recomeçar sempre.



PULSAÇÃO


Meu coração pulsa
Buscando uma explicação
Para o desconhecido
Acerca do amor
Que tenta levantar vôo.

Meu amor quer voar
Deixar-me em solo
Esperando-te voltar.

Meu coração pulsa
Buscando ter a certeza
Do tempo por vir
Das sementes que brotaram
E os frutos a colher.

Meu coração pulsa
Querendo ter-te ao meu lado
Construindo o prazer
Do amor e da vida.

Meu coração pulsa
Querendo ser teu
Ser-te parte
Da luz emanada.

Meu coração pulsa
Querendo saber o porquê
Queres levantar vôo
E deixar-me em solo...

Meu coração pulsa




FOME


Imagem de amor
É uma flor
Alimentando o beija flor.
Voa, voa,
Meu amor,
Venha cantar
Uma noite inacabada
Iniciada pela estrada
Da vida a te buscar.
Venha minha flor,
Refrescar e perfumar
Meu olhar
Enquanto vejo
Teu encanto,
Teu alimento
De mel
A incendiar meu sonho.
A luz brilha
Enquanto buscas,
Buscamos conquistas.
Conquistamos vida.
Canta meu encanto,
Enquanto brilhas,
Enquanto ventas,
Pétalas de vida.
Meu encanto
Quer cantar
Teu canto
Na noite de brisa
Com teu perfume.
Vem meu amor
Vem cantar
A nossa noite de amor
Vem meu amor.


FORMOSURA

Que bela flor tu és.
Tens a formosura de uma rosa.
Pele macia,
Olhos brilhantes,
Perfume irradiante.
Tua beleza
Encoraja-me seguir caminhando,
Continuar acreditando
Que seremos jardineiros
de felicidade e da paz.
Acreditar que sempre estaremos juntos.
Crer que embelezaremos as crianças
Vivendo nas ruas,
Famintas e
Sonhadoras por amor.
O amor que te quero dar, Minha flor.
O sonho do fim da fome,
Da falta de teto e de escola
Para os pequeninos
Largados no mundo.
És minha bela flor,
Distribui com sorrisos,
Encantando o mundo.
Meu mundo encantando
Por tua formosura,
Teu perfume e beleza.





VEM

Vem cá vem.
Vem deixar teu toque em meu corpo.
Vem fazer minha voz dizer tudo meu amor.
Dizer tudo que sinto por você.

Vem cá vem.
Deixa-me sentir teu hálito,
Tua pele roçando-me,
Teu espírito junto ao meu
Encantando sempre o tempo.

Vem cá vem.
Vamos ver a lua
Brilhando teu prazer.

Vem cá vem.
Vem cá encantar a fonte
Onde a paz e amor
Poderão jorrar eternamente.

Vem cá vem.
A tua falta é grande,
É como uma parte da terra
De uma ilha que se parte,
Deixando as flores
Distantes uma da outra.

Vem cá vem.
Vem deixar-me respirar o teu amor.



RECOMEÇO



Um brilho novo
Vem todo dia,
Crescente como árvore
Iluminando mais o amor.
Nada de dores,
Fome ou exploração,
Mentira ou ilusão,
Desencanto ou desesperança.
Nada de desistência,
Seguir rumo a raiz da terra boa,
Aprofundando o tempo de vida
E o sentimento de recomeçar.
Recomeço é sempre dolorido,
É um remédio para as crises
Do coração e da alma.
Recomeço com mais intensidade
Fazendo todo o brilho emanar
Dentro de nossos corpos,
Com o perfume da mais bela flor, Flávia.
Forte e enraizando-se mais em meu coração.
Confiança no amanhã
Onde estaremos juntos
Semeando novos jardins,
Floridos e perfumados
E juntos estaremos
Propagando a paz.





ESPELHO


Espelho teu,
Espelho meu,
Quem te viu,
Quem te vê.
Espelho do sol.
Espelho do tempo.
Espelho levado pelo vento.
Espelho teu,
Espelho meu.
Dentro estamos todos nós.
Dentro pulsa nosso tempo.
Dentro pulsa nosso coração.
Espelho teu,
Espelho meu.
Ninguém se vê,
Todos se sentem.
Espelho dentro de cada um.
Espelho teu,
Espelho meu.
Tua transparência ilumina o sol,
Irradia o brilho do tempo.
Espelho teu,
Espelho meu.
Nada encanta tanto como minha Flor.
Espelho teu mostra-me como ficar novamente
Em teu Porto Seguro,
Pois minha atracação se quebrou.
Espelho mostra-me ao vento,
Canta, canta, canta,
Canta espelho nosso,
O tempo do reflexo
Do novo tempo.
Espelho teu,
Espelho meu,
Faça o nosso tempo renascer.
Espelho teu,
Espelho meu.


LUZ INTENSA


Como um brilhante pilar de luz
Mostra-me teu olhar,
Belo e encantador
Flor em dia ensolarado.
Sempre irradiando felicidade,
Paz, amor e carinho,
Confundindo-se com a energia cósmica
Da força divina.
Tua ausência e distância
Causa arrepios e calafrios,
Deixa o calor frio,
A noite longa
E o tempo que não passa.
Ouvir tua voa
É como a brisa a beira mar
Em noite de luar
No Pontal do Peba
Ao teu lado
Contando estrelas.
Um pilar de luz brilha
Tomando conta do tempo
Que não termina
Tampouco iniciou
Como nossos beijos e abraços.
Intensamente o amor
Propaga-se em ondas
Fazendo todo o sentimento
Invadir os corações
E dar paz e amor para humanidade.


FRIO

Está frio,
Meu coração apertado.
Sinto falta de teu abraço.
Não consigo chorar.
Meu sorriso não sai,
Meu canto está interrompido.
Está frio,
O agasalho não aquece.
Minha alma te busca
Esperando-lhe agora para sempre.
Não consigo respirar.
Minhas veias parecem entupidas,
O sangue não circula.
Minha voz está embargada,
Por não te ouvir.
Está frio,
Meu coração te busca e te espera.




INTESIDADE DO AMOR


Intensamente a vida brilha,
Energiza os sonhos,
Encanta e alimenta o tempo,
Consolidando desejos.
Intensamente as raízes
Sustentam as árvores e todas as plantas,
Carregando e alimentando frutos,
Criando novas sementes
E novas flores,
Fortalecendo a resistência da existência.
Intensamente o vento acaricia
O sol, a lua e todos os astros do universo,
Levando nuvens e orvalho, sereno, brisas,
Trazendo chuvas e pétalas de rosas,
Misturando-se com o aroma
Que minha bela Flor possui.
Intensamente a música
Infiltra-se em meus poros,
Apagando todas as dores,
Manchas que se vão,
Deixando apenas o som
Dos pássaros, da chuva, do vento.
Intensamente sinto meu coração
Pulsando com o sangue
Que entra e sai.
Assegurando minha existência
E certezas que tenho
A cada novo dia que amanhece.
Intensamente como uma manhã,
Com o calor do sol nascendo e
Esquentando o meu corpo,
Alimentando minha alma e
Fortalecendo meus sentimentos.
Intensamente como meu desejo
De ter a eternidade ao teu lado,
Por ver todas as crianças alegres e felizes,
Todas as flores espalhando perfumes.
Intensamente desejo um mundo de paz e fraternidade,
Onde a solidariedade seja regra
Entre as flores e as pessoas,
Os bichos, os rios, os mares,
O espaço, os astros e o vento,
Entre nossos corpos brilhantes e celestiais.
Intensamente desejo para todos os seres
Harmonia intensa,
Compreensão permanente e mútua,
Respeito e dignidade
E sempre prazer por existir.
Intensamente quero Flávia
te dar e receber todo o carinho.




QUANDO QUEREMOS PODEMOS


Sei que podemos construir o universo.
A força e a disposição das abelhas construírem colméias.
A coragem dos pássaros em sobrevoarem oceanos.
A disposição das formigas em fazer suas casas.
A beleza da borboleta mesmo sabendo que sua vida será curta.
A leveza do beija – flor.
A fartura da floresta que alimenta todos os pássaros, bichos e animais.
A paixão do vento em não abandonar as nuvens, nem o luar, nem o calor do sol.
O amor que tenho por ti é imenso, é infinito.
Acredito que também queres isso.
Poderemos conhecer o universo e caminhar entre as estrelas.
O tempo nos pertence. Você veio justamente para seguirmos esse novo caminho.
Novo para mim e novo para ti.
O caminho de começar uma nova vida: eu e você.






TEU NOME É FLOR



Faça sempre teu encanto,
Tua luz enluarada brilhar,
E irradiar a força da vida
Encantada e apaixonada
Iluminar o tempo.
Agora e sempre...
Buscas o equilíbrio,
Incendiando meu coração,
Enquanto mais acredito
Reinas em meu sentimento,
Felicidade e confiança,
Ilhado e cercado de sonhos contigo.
Libertas para mim teu encanto
Deixa-me te dar meu fogo eterno...
Dentro do espaço universal equilibrado
Que possuímos e desejamos...
Ontem um ímã nos uniu,
Levantas teu olhar,
Não inquiete-se porque o futuro
Vem para nós
Escolhermos e vivermos a felicidade intensamente,
A irmandade, o companheirismo
E a razão da existência, o amor
E a alegria em nossos corações.




BRILHO INTENSO.

Brilhante e irradiante,
Luz cintilante,
Aurora de um novo dia,
Flor bela e apaixonante.
Tua cor é vida,
Teu brilho é energia,
Tua irradiação é de amor,
Tua luz é força,
De tua manhã quero fazer parte.
Um novo tempo,
Um tempo de recomeçar,
Um tempo de refazer,
Não repetindo sementes híbridas,
Nem terras áridas
E nem dores de flores partidas.
Um tempo de semear
Novas plantas,
Colher novos frutos,
Viver novos jardins,
Onde nossas mãos
Entrelaçadas nunca se deixarão.
Um tempo de amor,
De vida para sempre
Sonhando com a paz e a felicidade
Para todos os seres e astros.
Um tempo nosso,
Somente nosso,
Onde poderemos nos amar
Com a intensidade
Do brilho mais forte e bom.
O brilho do puro amor.



VERDES SONHOS


Folhas adubando sonhos,
Construindo árvores, frutos e mares.
Atraindo corpos sedentos de amor,
Apontando desejos e encantos,
Recebendo palavras encontradas
Nos corações e mentes
Mostrando o que sentem da vida.
Verdes olhos como o mar,
Por te olhar e desejar
teu olhar, teus beijos
E os sonhos a construir.
Esverdeante brilho
Iluminado por ti minha Flor.
Certos do caminho a percorrer
Ao teu lado
Buscando folhas
Para adubar solos
Férteis ou áridos.
A falta de chuva
Deixa as raízes superficiais.
Verde sonho solidário,
Por felicidade a humanidade
Onde os ventos façam
Todos sorrirem e cantarem
Nas tardes, manhãs, madrugadas
E noites de todos os dias.
Verdes sonhos esverdejantes
A beira mar
Estando sempre ao teu lado
Recebendo o brilho do sol.



DESEJO II

Teus lábios doces,
Como o mais puro mel
Gostaria de beijá-los.
Teu olhar,
Duas luzes iluminadas,
Queria ver-me mirar.
Tuas mãos macias,
Como pétalas de jasmim,
Queria tocá-las e sentí-las.
Teu corpo,
Meu número,
Gostaria de abraçá-lo.
Você Flávia,
Quero ser teu,
Como uma flor no caule
Sentindo todo o seu amor.




FLOR DA MANHÃ

Tempo que constrói o tempo,
Encantando multidões e corações,
Iluminando mentes e caminhos.
Cantando com o vento ou a chuva,
Brotando flores e formando jardins
Com pessoas e árvores.
Semeando a vida.
Segue sempre em frente,
Levando ao desconhecido buscado:
Risos, alegria e felicidade.
Esta é a direção.
A opressão ou a dor ficará nos registros da história,
O explorador será parte de museu,
A fome triste lembrança de tempos idos.
O sonho será construído pela tempestade,
Pela ventania, pelo noroeste da humanidade.
Que não se cala.
Nem se verga.
Um novo tempo brotará,
Onde a solidariedade
E os beijos e abraços existirão sempre.
Tempo de crianças correndo pelos jardins,
Colhendo flores e cantando o prazer.
Tempo que constrói o tempo,
Vindo do movimento
Do vento do povo do novo
Que brota na madrugada,
Enquanto a lua se põe,
Dando vez ao calor do sol.
Um novo tempo sempre virá...



ENCONTREI VOCÊ

Buscando encontrei você.
Caminhei entre pedras e jardins,
Espinhos, sussurros e dores.
Semeei sonhos, colhi frutos.
Enfrentei maresia e tempestades.
Cantei vitórias e sofri derrotas..
Sempre persiste buscando.
Até te achar
Sentindo-me em Porto Seguro,
Firmemente atracado.
Inesperadamente vem uma tempestade,
Com uma ventania trazendo escuridão.
Caio em mar revolto,
Ficando com a visão embaçada
E o coração perfurado.
Suicidei-me em plena felicidade,
Morri no meio da maresia.
Deixei a tempestade engolir-me.
Somente teus beijos poderão ressuscitar-me.
Somente tuas carícias poderão acordar-me
Levando-me ao prazer da existência humana.
Desejo navegar todos os mares,
Todos os tempos
E todos os sonhos ao teu lado.
Quero ressuscitar,
Recomeçar nosso jardim.
Não quero caminhar mais,
Te encontrei e te perdi,
Ficando em meio a escuridão
Envolta em meu coração.
A dor é forte,
Parece com a morte
De um suicida.
Mas teus beijos ainda me ressuscitarão,
Fazendo a lua e o sol novamente brilharem
Em meu corpo eternamente teu.



AMOR AO LUAR

A lua cheia nos olha espantada,
As estrelas ficam observando
Enquanto os pássaros comentam entre si.
Todos acreditam em nosso amor.
Vêem a certeza da felicidade,
Da plantação da paz e do amor.
Vêem nossa dor,
Nossa vontade de supera-la.
A lua também está triste,
Seu desejo é que logo possamos estar juntos
Admirando-ª
Ela sente nossa falta,
Tanto quanto sentimos um do outro.
O tempo é nosso,
Nossos sonhos nos pertencem.
Nada, nem ninguém, pode destruir a felicidade.
O universo é perfeito,
A nossa existência é causa da felicidade
Que construiremos.
A lua quer nossos beijos novamente,
Para poder inspirar novos amantes.



2 comentários:

Shania disse...

Your blog is great . If I can help, let me know. If you ever need any printing done, I'm sure you'd be interested in Brochures Try Brochures

Andrea Peterson disse...

Your blog is creative Keep up the great work. Here's a subject that interests many; how to buy & sell everything, like music on interest free credit; pay whenever you want.